Rua de 'inferninhos' no Centro de SP tem ao menos 6 hotéis sem licença da Prefeitura

Prefeitura Regional da Sé informou que 'já está prevista operação de fiscalização'. Rua teve ao menos 6 casos do golpe 'boa noite, Cinderela' desde o ano passado.
Rua Bento Freitas fica no Centro de São Paulo e tem grande movimentação de vida noturna (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)

Nos apenas 450 metros da Rua Bento Freitas, no Centro de São Paulo, aos menos seis hotéis funcionam sem o Auto de Licença de Funcionamento (ALF), da prefeitura, e sem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Além dos hotéis, uma lanchonete, um bar e uma boate também estão sem as licenças.
A região, no quadrilátero também formado pelas ruas Marquês de Itu e Rego Freitas, tem grande movimentação de vida noturna, com bares e boates. Durante a noite, principalmente aos finais de semana, garotos e garotas de programa ficam nas calçadas. A maior parte dos hotéis da rua são de baixo custo, a hora custa cerca de R$ 20, e o pernoite, R$ 50.
Balada funcionava às 11h da manhã desta quarta-feira (1º). Boate e hotel anexo não possuem Auto de Licença de Funcionamento (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)
O G1 revelou que ao menos seis casos do golpe “boa noite, Cinderela” aconteceram na Rua Bento Freitas de janeiro de 2016 a agosto de 2017. Quando o golpe aconteceu nos hotéis, a investigação policial encontrou dificuldades ao se deparar com estabelecimentos que não possuem nem controle de entrada e saída de hóspedes, nem câmeras que funcionem.
Em um desses hotéis irregulares, em abril deste ano, segundo boletim de ocorrência da área do 77º Distrito Policial, um auxiliar de marketing de 26 anos estava em um bar na Bento Freitas quando conheceu uma mulher. Ele contou à polícia que tomou um energético e subiu para um quarto. Após isso, o homem não se lembra do que aconteceu. A mulher fugiu com sua carteira, pertences, e fez saques com seu cartão.
A irregularidade dos estabelecimentos não causa problemas apenas à polícia. Um morador da rua que não quis se identificar disse que, aos sábados e domingos, o local é “um inferno na terra”. “Prostituição, balada sem isolamento acústico funcionando desde cedo, consumo e venda de drogas a céu aberto, entre outros problemas”.
Mapa da Rua Bento Freitas, no Centro de São Paulo (Foto: Igor Estrella/G1)

Uma comerciante que está há quase 20 anos na rua disse que nem sempre foi assim, e que a Bento Freitas “decaiu” há cerca de dez anos. “Passou de zona de luxo a boca do lixo”, comentou. Outros comerciantes também reclamam que, nas manhãs após as baladas, as fachadas amanhecem sujas e com urina.
A Prefeitura Regional da Sé informou que " já está prevista uma operação de fiscalização nos estabelecimentos". A pasta disse ainda que “constatadas as irregularidades, os proprietários podem sofrer sanções conforme legislação vigente”. Sobre a falta do AVCB, dos bombeiros, a corporação informou que a fiscalização cabe à Prefeitura.
Rua Bento Freitas tem intenso comércio (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)





Por Paula Paiva Paulo, G1 SP  
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail