Quatro são presos por tráfico de drogas, furto, receptação e formação de quadrilha

Traficante e três elementos negociavam os produtos furtados numa espécie de “bazar do crime” (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
 
Na madrugada desta terça-feira, 31, agentes do Setor de Investigação do 4º Distrito Policial conseguiram prender quatro indivíduos pela prática de formação de quadrilha, furto, receptação e tráfico de drogas. A abordagem aconteceu na Rua Dr. Luiz Brito, no bairro Equatorial, zona Oeste de Boa Vista. Os elementos foram surpreendidos e não tiveram tempo para reagir.
De acordo com o delegado Fernando Olegário, que lavrou o flagrante contra o bando, eles são conhecidos pelas ações criminosas, inclusive um deles foi flagranteado na semana passada, usou o nome do irmão no procedimento policial e, depois da audiência de custódia, foi liberado sob pagamento de fiança.
"Eu já tinha lavrado o flagrante de um deles na semana passada, quando ele tinha furtado duas vezes a mesma pessoa. Já é conhecido no bairro Equatorial. Ele furtou uma pessoa que mora na vizinhança, mas a vítima descobriu onde fica a casa da mãe dele, foi até lá e, quando a mãe dele chegou, devolveu a televisão e outros pertences furtados. Dias depois, ele voltou à casa da vítima e furtou o restante das coisas”, detalhou a autoridade policial.
No endereço onde os bandidos estavam os policiais descobriram que servia como um ponto de negociação dos produtos furtados. Parte da arrecadação com as vendas do material era revestida na compra e uso coletivo de drogas. O mesmo elemento que foi preso na semana passada estava no imóvel.
"Agora ele foi preso de novo pela equipe do 4º DP por outro furto, só que dessa vez ele levou geladeira, arma de ar-comprimido, botija de gás, ferramentas para construção. Fez um ‘limpa’ na residência. Os investigadores já sabiam que ele tinha esse costume e lá conseguiram êxito em encontrar o local que servia como uma espécie de ‘bazar da criminalidade’. Todos os usuários de drogas que furtavam na região levavam os materiais para essa casa, onde faziam uso de entorpecentes. E quem não estava praticando crime ficava nessa casa esperando alguém chegar. Quando os produtos de furto chegavam, os que cuidavam da casa saíam para oferecer a venda para os conhecidos", explicou o delegado.
Um dos presos era o traficante que trocava os produtos furtados pelos entorpecentes. Os investigadores afirmaram que ele é membro do Primeiro Comando da Capital (PCC) e recebia ordens de um detento, o qual a Polícia Civil já tem o nome, para praticar os delitos pela Capital.
"Com o dinheiro do material furtado eles compravam drogas, inclusive nessa mesma ação nós conseguimos prender um traficante. No momento da abordagem ele estava recebendo ligação de dentro do sistema prisional. Tudo indica que o preso dava ordens e conseguia a droga para esse indivíduo vender aqui fora. O traficante comprou a geladeira e a arma de ar-comprimido. Ele não tinha o valor cobrado, mas deu R$ 100,00 e uma pedra de crack, que também custava R$ 100,00 para ser dividida entre os indivíduos que ficam no ‘bazar da criminalidade’. Os R$ 100 eram para quem praticou o furto e a pedra de crack era coletiva", ressaltou o delegado.
Dos quatro presos, dois foram flagranteados pelos crimes de formação de quadrilha, receptação e furto; um está sendo flagranteado por tráfico de drogas e receptação; e o quarto criminoso foi preso por formação de quadrilha e furto. Do bando, dois são irmãos, responsáveis pelas vendas e pelo local de uso coletivo.
A Polícia Civil revelou que todos os suspeitos são velhos conhecidos da vizinhança por serem os ladrões do bairro. Depois de autuados em flagrantes, eles foram encaminhados para audiência de custódia. O delegado disse que cada indivíduo teve a conduta individualizada para que o juiz analise cada um separadamente. "Não enquadramos todos no mesmo crime. Estamos individualizando a conduta ao máximo porque queremos que eles fiquem presos, uma vez que são de alta periculosidade", frisou Olegário. (J.B)





Por João Barros
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail