Shéridan diz que defende necessidade de o presidente Temer ser investigado | Portal RR Music

Shéridan diz que defende necessidade de o presidente Temer ser investigado

Deputada federal afirmou que o presidente Michel Temer poderá ter a possibilidade de esclarecer qualquer dúvida à população
Deputada Shéridan: “Tenho uma convicção pessoal de que ninguém está acima da Lei” (Foto: Divulgação)

Com a proximidade da votação na Câmara Federal da segunda denúncia de investigação contra o presidente Michel Temer (PMDB), a Folha realiza um levantamento para averiguar o posicionamento dos deputados roraimenses. Primeira a ser entrevistada, a deputada Shéridan Oliveira (PSDB) confirmou a suposição de voto a favor da avaliação da denúncia, pois considera a investigação necessária. 
“Não é possível permanecer a dúvida com relação a algo que angustia e preocupa a nação. Trata-se do início de uma investigação para exigir as respostas aos atos que até agora não foram devidamente explicados”, afirmou a parlamentar.
A deputada disse que “possui uma convicção pessoal de que ninguém está acima da lei”, e que a melhor forma de esclarecer qualquer dúvida quanto à honestidade do presidente Michel Temer é dar a possibilidade de defesa perante a Justiça, garantindo que a investigação seja feita com rigor.
“Nossa maior autoridade da República não pode se furtar de prestar esclarecimentos. Se houver realmente inocência, será provada. Reafirmo que precisamos discutir o Brasil. Nosso trabalho em prol da população brasileira não pode parar”, declarou.
Na época da primeira denúncia contra o presidente, a deputada também havia anunciado voto favorável pela investigação, no entanto, foi a única da bancada roraimense que esteve ausente da votação, segundo ela por ter perdido o voo e ter chegado horas depois a Brasília.
ENTENDA – Antes da saída do posto, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou novamente o presidente Michel Temer, desta vez pelo suposto crime de obstrução de Justiça e organização criminosa.
Entregue na Câmara Federal pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na quinta-feira, 21, a denúncia estava prevista para ser lida em plenário na tarde de ontem, 25, no entanto, a sessão foi adiada por falta de quórum.
Uma nova tentativa da leitura será realizada na manhã desta terça, 26, e, em seguida, o presidente será notificado. Posterior a isso, o processo será encaminhado para avaliação pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que será responsável pela elaboração de um relatório, que será analisado em plenário pela Câmara.
Em agosto desse ano, houve a votação da primeira denúncia contra Temer, que tratava sobre suposto crime de corrupção passiva. O pedido de investigação foi rejeitado pela Câmara. Dos oito integrantes da bancada de Roraima, seis votaram favoráveis pelo arquivamento da denúncia contra o presidente. (P.C.)






Por Paola Carvalho
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail