Parlamento Amazônico discute desenvolvimento econômico de comunidades indígenas | Portal RR Music

Parlamento Amazônico discute desenvolvimento econômico de comunidades indígenas

Segundo Coronel Chagas, meta é exemplificar para indígenas e parlamentares, formas de exploração turística dentro das terras indígenas (Foto: Arquivo/ Folha)
 
O Parlamento Amazônico se reúne na próxima quarta-feira, dia 27, para debater, entre outros assuntos, o desenvolvimento econômico das comunidades indígenas, baseado na exploração de pontos turísticos naturais da Região Norte.
O encontro será na Assembleia Legislativa do Amazonas e contará com a participação do presidente da Funai (Fundação Nacional dos Índios), general Franklimberg Ribeiro, que estará na região em razão de uma visita à terra indígena Waimiri-atroari.
Segundo o deputado Coronel Chagas (PRTB), presidente do Parlamento, o próprio general será responsável pela apresentação de uma palestra voltada para as comunidades indígenas.
“O presidente vai proferir uma palestra destinada aos parlamentares da Região Norte e às lideranças indígenas de toda a região que quiserem participar. A apresentação terá como tema a Funai e a política nacional direcionada à orientação das comunidades indígenas de como desenvolver atividades autossustentáveis”, explicou Chagas.
Segundo o deputado, somente duas comunidades no país possuem autorização da Funai para realizar ações desse tipo e com isso, podem explorar as belezas naturais da localidade, divulgar a sua cultura, o seu próprio artesanato, de forma sustentável e com respeito ao meio ambiente.
“A partir do momento que os indígenas tiverem uma orientação, dada pela própria Funai, por meio da palestra, com certeza eles vão poder explorar de forma muito mais eficaz e viável economicamente”, observou.
Para o parlamentar, caso adotada, a medida será similar ao que já é feito hoje no Lago Caracaranã, onde as visitas são coordenadas pelos indígenas, porém, com uma eficácia ainda maior. “São belezas naturais fantásticas que poucos roraimenses conhecem e poucos brasileiros também. A partir do momento que eles conseguirem essa autorização para explorar comercialmente, com certeza, aquelas comunidades vão melhorar a qualidade de vida. Isso é bom para as comunidades, bom para Roraima e bom para o Brasil”, destacou. (P.C.)






Por Paola Carvalho
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail