Avião com 100kg de cocaína cai no sul do Estado e piloto é encontrado morto | Portal RR Music

Avião com 100kg de cocaína cai no sul do Estado e piloto é encontrado morto

Polícia Militar com apoio do Corpo de Bombeiros resgatou corpo do piloto e apreendeu o carregamento de cocaína
Corpo junto com a droga estava dentro da cabine do monomotor Cessna (Foto: Divulgação/PM )

Após receber denúncia anônima de que uma aeronave havia caído na Região do Baixo Rio Branco, do lado direito da margem, que corresponde ao Município de Caracaraí, na região sul de Roraima, a Polícia Militar do Estado (PMRR) e o Corpo de Bombeiros decidiram averiguar a denúncia e fizeram o deslocamento para um trecho conhecido como Aliança. Na manhã dessa segunda-feira, 18, ao chegarem à localização indicada pelo denunciante, encontraram os destroços do avião de pequeno porte. Dentro da cabine estava o corpo do piloto e cerca de 100 quilos de cocaína prensada, o maior carregamento apreendido nos últimos tempos em Roraima.
Conforme os policiais, na denúncia havia a informação de que a droga estava sendo transportada na aeronave e, a partir daí, o grupamento da Força Tática da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar de Fronteira (CIPMFron), que fica na sede de Caracaraí, a centro-sul do Estado, acionou os mergulhadores especializados em busca e salvamento para iniciarem a varredura na área do acidente, prevendo a possibilidade de encontrar sobreviventes. Os policiais foram informados que o piloto perdeu o controle do avião.
Depois de encontrar o corpo e a droga, os militares fizeram o deslocamento até a sede de Caracaraí, a fim de entregar todo o material apreendido e entregar o corpo do piloto ao Instituto de Medicina Legal (IML), que deve iniciar o exame cadavérico na manhã desta terça-feira, 19.
Peritos do Instituto de Identificação terão que realizar um procedimento específico para fazer o reconhecimento do corpo, tendo em vista que a face ficou dilacerada devido ao impacto no momento da queda.
FAMÍLIA – A filha do piloto José Donizete do Amaral acredita que o corpo seja de seu pai, tanto pelas características físicas quanto pelo relógio que estava no pulso. Ela disse à Folha que deu o relógio de presente de aniversário para o pai há alguns dias e que tem quase 100% de certeza, observando as fotografias, que o corpo é do seu pai.
José Donizete do Amaral foi preso pela Polícia Federal em Roraima, durante a Operação Xawara, durante ações de combate à garimpagem ilegal em terras indígenas Yanomami. Seu nome integra uma lista de 25 pessoas que foram presas em julho de 2012.
SEM NOTIFICAÇÃO – De acordo com as informações da Força Aérea Brasileira (FAB), integrada à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), até o começo da noite dessa segunda-feira nenhum dos serviços da Aeronáutica tinha sido notificado sobre o acidente, portanto, não teriam como explicar os procedimentos que adotariam.
A assessoria de comunicação da FAB informou que nem mesmo o Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) foi notificado sobre os fatos e que os agentes que atuam em Roraima souberam do acidente por meio dos veículos de informação locais.
AERONAVE – No site da Anac, a pesquisa pelo prefixo e matrícula PT- JPW, da aeronave, destacam que o modelo U206F, da fabricante Cessna Aircraft, que tem como ano de fabricação 1974, é um monomotor cuja propriedade é da empresa Brabo Táxi Aéreo Ltda., empresa privada que presta serviço de transporte aéreo público não regular e táxi aéreo, com sede em Sacramento, Belém (PA).
Conforme os dados da Anac, a aeronave foi comprada pela empresa em 1995 e a documentação estava regularizada, em condições normais de aeronavegabilidade.
EMPRESA – Durante toda a tarde e início da noite de ontem, a Folha tentou contato com a empresa por meio dos números disponibilizados na pesquisa feita na internet, mas as chamadas telefônicas não foram atendidas, mesmo assim, foram solicitadas informações por e-mail divulgado numa das publicações com o nome da empresa, mas não houve resposta.
POLÍCIA CIVIL – O titular da Delegacia de Caracaraí, delegado Luciano Silvestre, disse à Folha que aguardava a chegada da PM com todo o material apreendido e o corpo do piloto para iniciar os procedimentos, mas que não havia previsão de que horas receberia as equipes ontem, considerando que a área é de difícil acesso e o transporte utilizado pelas equipes são embarcações.
O caso será investigado nos próximos dias a fim de esclarecer as circunstâncias pelas quais o avião caiu, além de apurar a procedência da droga e destino final, uma vez que é apreensão envolvendo grande quantidade de entorpecentes. (J.B)





Por João Barros
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail