Ex-companheiro é condenado a 31 anos de prisão por mandar matar enfermeira em Joinville

Ele contratou um adolescente para cometer homicídio.
Júri condenou ex-companheiro por morte de enfermeira (Foto: Reprodução/RBS TV)

O ex-companheiro da enfermeira Claudia Mara Koppe, morta em 30 de janeiro de 2016, foi condeando a 31 anos de prisão por ser mandante do crime. O júri popular aconteceu na quarta-feira (2) em Joinville, no Norte catarinense.
Claudia foi morta com um tiro na cabeça em Joinville. Ela foi atingida enquanto fazia almoço para o filho. Um adolescente de 17 anos foi apreendido no dia 11 de fevereiro suspeito de ter atirado na enfermeira.
Segundo a Justiça, Antonio Neto Borges de Souza pagou R$ 1 mil para o adolescente executar a enfermeira.
No julgamento, o homem teve pena máxima aplicada pelo crime de homicídio triplamente qualificado. Ele também foi condenado por corrupção de menores.
Mara foi morta em janeiro de 2016 (Foto: Reprodução/RBS TV)







Por G1 SC  
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail