Corpo de operário soterrado em poço do DF é encontrado após cinco dias

Bombeiros levaram 117 horas de escavação. Corpo está a cerca de 20 metros de profundidade e não foi retirado porque terreno está cedendo e há risco de desmoronamento.
Bombeiros trabalham na buscas do corpo de operário que caiu dentro de poço em São Sebastião, no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Bombeiros localizaram na noite desta quinta-feira (17) o corpo do operário que caiu dentro de um poço em São Sebastião, no Distrito Federal. O acidente ocorreu no último sábado (12) e as buscas duraram cinco dias – mais de 117 horas de escavação. O corpo estava a cerca de 20 metros de profundidade.
Como ele ficou em contado direto com o lençol freático, os bombeiros disseram que há risco de contaminação de água. Apesar de conseguirem achá-lo, ainda não foi possível retirar o corpo, porque o solo está cedendo. A área fica em uma região de encosta, onde a terra é solta e há risco de desmoronamento.
Bombeiro durante tentativa de retirada de corpo de operário que caiu dentro de poço em São sebastião, no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Segundo os bombeiros, Raimundo Nonato dos Santos, de 52 anos, estava construindo uma sisterna quando se desequilibrou e caiu no poço. Sete manilhas – anéis de concreto usados para formar o poço – caíram sobre ele.
Uma delas está torta e outra quebrou. Por isso, o corpo só deve ser retirado após as duas serem substituídas. "Para evitar qualquer risco, nós estamos refazendo a estratégia que seria somente drenar e retirar a terra do corpo", afirmou o coronel dos bombeiros Alan Araújo.
"Essa técnica de substituição [das manilhas] demora bastante, porque a gente vai ter que contar agora com muita força e que ela desça alinhada."
Manilhas usadas por bombeiros durante retirada de corpo de operário que caiu dentro de poço em São Sebastião, no DF (Foto: TV Globo/Reprodução)

Os militares informaram que o operário estava sem equipamento de segurança e que trabalhava na construção de poços há cerca de oito anos. O terreno é irregular.
A Defesa Civil está responsável por cuidar do risco de contaminação de água. "Logo mais à tarde, sexta-feira, assim que o dia estiver claro e houver uma equipe disponivel, a Defesa Civil vai acionar o órgão competente pra fazer a análise. E se for o caso, proibir o uso da água dos moradores aqui do local", informou por meio de nota. 






Por G1 DF 
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail