Bombeiros civis têm simulação para enfrentar situações de risco | Portal RR Music

Bombeiros civis têm simulação para enfrentar situações de risco

Ocorrências de combate a incêndios, atendimento pré-hospitalar e emergência em elevadores foram simuladas (Foto: Hione Nunes)
 
Como parte das atividades de formação para bombeiros civis no Estado, o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CBM-RR) promoveu na manhã de ontem, 09, uma simulação para situações de risco em locais de grande concentração de pessoas. Realizada nas dependências do Pátio Roraima Shopping, no bairro Cauamé, zona oeste da Capital, a ação marcou o encerramento das atividades de capacitação iniciadas pelo órgão no dia 10 do mês passado.
O diretor de Ensino do Corpo de Bombeiros, tenente coronel Gewrly Batista, explicou que a capacitação teve como finalidade dar uma maior segurança na qualificação de profissionais, uma vez que o órgão verificou que as instituições contratadas para realizar capacitações não estavam cumprindo os parâmetros estipulados nas normas técnicas de formação para novos bombeiros civis. "O Corpo de Bombeiros abraçou essa causa e decidiu buscar uma forma de passar instruções de qualidade que auxiliasse na formação de novos bombeiros civis em Roraima. Tanto o profissional quanto a sociedade passam a ser beneficiadas com essa ação", afirmou.  
A princípio, o curso contou com a participação de 40 alunos, no entanto, segundo o tenente coronel, participaram do simulado 35 alunos, entre novatos e profissionais que já atuam na área. “Além da formação de novos profissionais, essa capacitação foi pensada principalmente para os profissionais que já atuam nessa área, ou seja, para essas pessoas. Esse curso é nada menos que um nivelamento de conhecimento que elas já possuem. Ao final das atividades, vamos certificá-los pelo órgão como profissionais bombeiros civis”, disse.
BOMBEIRO CIVIL - Estabelecida pela Lei Federal 11.901, de 2009, a formação do Bombeiro Civil tem como parâmetro a Norma Técnica (NT) 17, que determina que o curso de aperfeiçoamento tenha, no mínimo, 290 horas de duração, além da aplicação de reciclagem anual. “Toda a formação segue o que determina a lei, sendo que para atuar nessa área, o interessado deve estar no segundo ciclo do Ensino Fundamental, ou seja, no 6º ano. Como aqui em Roraima não havia um centro de treinamento de bombeiros civis habilitado para a promoção desse tipo de atividade, o Corpo de Bombeiro decidiu tomar a frente dessas ações, oferecendo uma complementação para esses profissionais, tanto que a grande maioria dos alunos é de pessoas que já atuam nesse tipo de função”, disse o coordenador de instruções do curso, 1º tenente CBM Fábio Waismann.
No simulado aplicado ontem, os participantes passaram por modalidades que testaram todas as suas capacidades de resposta rápidas, como no combate a incêndios e resgate de vítimas em elevadores. “A NT 17 prevê que esse tipo de curso passe pelas instruções mais comuns dentro da rotina do bombeiro civil, como nas ocorrências de combate a incêndios, atendimento pré-hospitalar, manuseio de produtos perigosos, emergência em elevadores e também atuando na área de prevenção e serviços técnicos. Devido ao período que estamos vivendo, com a chegada de estabelecimentos de grande porte, como shoppings, a presença desse tipo de profissional é muito importante, pois eles podem atuar de forma primária até a chegada do apoio especializado”, salientou Waismann. (M.L)






Por Minervaldo Lopes
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail