'O que eu falo para essas duas crianças quando chegar em casa?', questiona mulher de PM morto no Vidigal | Portal RR Music

'O que eu falo para essas duas crianças quando chegar em casa?', questiona mulher de PM morto no Vidigal

Fernanda Ursolino conta que as duas filhas não sabem que o pai policial morreu. Polícia identifica três homens como suspeitos do crime.

O sargento Hudson Silva de Araújo, de 46 anos, da Polícia Militar do Rio de janeiro foi morto durante patrulhamento na madrugada deste domingo (23), no Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio. A sua mulher, Fernanda Ursolino disse que não contou para as duas filhas do policial, de 8 anos e 13 anos, sobre a morte do pai. Ela ainda reclamou sobre as condições de trabalho da polícia, da internação do governador do estado, Luiz Fernando Pezão em um spa, em Penedo, na Região Sul do estado.
"Com duas crianças pequenas em casa, sem pai. O que eu falo para essas crianças quando chegar em casa, agora? Eu não sei o que falar, eu não tenho o que dizer. Acabou pra gente. Ficamos sem chão. Um policial família, exemplar. E agora? Quem é que vai me ajudar? O governador do estado?", questiona Fernanda Ursolino, mulher do sargento Hudson.
Parentes e amigos fazem marcha pela vida de policiais na praia de Copacabana
Parentes e amigos fazem marcha pela vida de policiais na praia de Copacabana
Questionado o governo do Rio de Janeiro não se pronunciou até o momento.
O número de policiais militares mortos no Rio este ano chega a 91.
"A minha indignação tá aí. O governador em um spa de R$ 14 mil e faltando equipamento para o policial trabalhar. Não tem um colete adequado. A farda são eles que compram do bolso deles, armamento de péssimas condições, enquanto o governador está aí se deliciando num spa e eu aqui, no IML (Instituto Médico Legal) esperando a liberação do corpo do meu marido", reclamou a viúva do sargento Hudson.
A Polícia Militar do Rio de Janeiro identificou três suspeitos de terem matado um policial militar na madrugada deste domingo (23), no Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio. Os três suspeitos estão foragidos. Durante todo o dia, PMs dos batalhões de Operações Especiais e da unidade de Cães estiveram na comunidade em busca dos criminosos.
Os PMs do Batalhão de Cães não encontraram os suspeitos. Apreenderam 74 Trouxinhas de maconha, 21 Tiras de maconha, um rádio comunicador e uma base de rádio.
No sábado (22), foi enterrado o corpo do policial militar Fabiano de Brito Silva, de 35 anos, morto na sexta (21) durante uma tentativa de assalto na Baixada Fluminense. 





Por G1 Rio 
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail