Número de condutores bêbados no trânsito cresce quase 20% na Capital | Portal RR Music

Número de condutores bêbados no trânsito cresce quase 20% na Capital

Foram registrados 127 casos de embriaguez de janeiro a junho do ano passado, enquanto este ano foram 154 registros no mesmo período
Na semana passada, três acidentes graves foram registrados com suspeita de condutores embriagados (Foto: Divulgação)

O número de motoristas flagrados na Capital por embriaguez na condução do veículo cresceu quase 20% nos primeiros seis meses deste ano, em comparação ao mesmo período de 2016. Segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), foram registrados 127 casos entre janeiro e junho do ano passado e 154 nos mesmos meses em 2017.
A embriaguez na condução do veículo é caracterizada quando a concentração é igual ou superior a 0,34 miligramas de álcool por litro de ar alveolar. Se flagrado, o condutor comete crime de trânsito, responde a processo penal e é multado. Até 0,33 mg/l o motorista também é multado e responde a processo administrativo. Mesmo que se recuse a fazer o teste do bafômetro, pode ser preso, caso apresente sinais claros de embriaguez.
“As blitze são intensas, principalmente aos fins de semana, porque sabemos que nesse período as pessoas insistem na prática de dirigir com bebidas alcoólicas”, disse o chefe de fiscalização do Detran, Vilmar Florêncio. Segundo ele, o órgão tem expandido a oferta de aparelhos etilômetros, que fazem a medição do nível de álcool nos condutores, aos agentes de trânsito.
“No início do ano, somente Boa Vista, Caracaraí e Rorainópolis tinham o aparelho. Atualmente, os municípios de Alto Alegre, Bonfim, Mucajaí e Pacaraima também possuem. Para isso fizemos a capacitação de agentes de fiscalização para realizarem os procedimentos”, destacou.
O órgão trabalha com duas modalidades de fiscalização, que ocorrem ao menos três vezes por dia. “Uma delas são as fixas, onde as equipes se postam em alguns pontos estratégicos na cidade e os veículos que passam são fiscalizados. Outra modalidade eficaz são as blitze volantes que ocorrem em viaturas compostas por policiais militares que fazem rondas pelas ruas”, explicou o agente.
ALTA VELOCIDADE – Somente na semana passada, ao menos quatro acidentes com vítimas fatais foram registrados em diferentes pontos da cidade. Em três deles, houve suspeita de envolvimento de motoristas com sinais de embriaguez. O último ocorreu na tarde de domingo, 9, e culminou na morte de uma idosa na Avenida Estrela D’alva, no bairro Raiar do Sol, zona oeste de Boa Vista.
Entre as dez vias com mais motoristas flagrados nesse tipo de crime, a Avenida Ville Roy tem sido exemplo da violência no trânsito da Capital, no trecho leste, que vai do Centro ao bairro Caçari. Na madrugada de sexta passada, 7, um estudante morreu ao ser atropelado por um motorista de uma caminhonete. A principal reclamação de quem trafega por ali é quanto à alta velocidade de alguns condutores.
O curioso é que o último acidente na Ville Roy ocorreu poucos metros depois de um radar fixo que marca a velocidade dos motoristas na via, no Caçari. O aparelho, que deveria ser utilizado para reduzir a alta velocidade de alguns condutores e, com isso, reduzir o número de acidentes na via, inclusive envolvendo motoristas em estado de embriaguez, serve apenas para “educação no trânsito” e nunca aplicou multas.
“Precisamos deixar claro que o problema na Ville Roy é a alta velocidade. E uma medida que se faz necessária em caráter de urgência é a implantação de fiscalização eletrônica. A responsabilidade é da prefeitura pela instalação e fiscalização”, disse Florêncio. (L.G.C)

Falta de rigor nas leis contribui para imprudência, analisa especialista

Para a psicóloga perita em trânsito, Jucilene Kipper, a falta de rigor nas leis contribui diretamente para a imprudência. “Compromisso com a vida é fundamental. Qualquer pessoa que ingere qualquer tipo de droga deveria ser proibida de dirigir. É preciso mais severidade com quem for pego em flagrante embriagada ao volante”, afirmou.
Para ela, é preciso que haja um trabalho de conscientização para que Boa Vista deixe de ser uma guerrilha urbana. “Hoje, se um motorista mata alguém no trânsito, paga fiança e pronto. Enquanto as leis não mudarem, isso vai continuar acontecendo. Sempre faço palestras voltadas principalmente ao público jovem, quando tento mostrar que o uso de qualquer tipo de droga pode acabar em tragédia no trânsito. Afinal, quanto vale uma vida?”, questionou. (L.G.C)

Prefeitura diz que fiscalização no trânsito ocorre diariamente

A Superintendência Municipal de Trânsito (Smtran) informou, em nota, que desenvolve um trabalho de fiscalização diária, assim como o trabalho de educação desenvolvido em escolas e em campanhas de acordo com o calendário anual de ações. “Sempre que há grandes eventos, a fiscalização é redobrada para que possa desencorajar os condutores de transitarem de forma irregular ou não respeitarem as normas de circulação e conduta estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro”, afirmou.
Conforme o município, a Smtran recebeu dois etilômetros no início do mês, além de cinco smartphones, que serão utilizados nos trabalhos de fiscalização, como blitz educativa e repressiva, ações ostensivas de rua e em apoio a ações da Guarda Civil Municipal. “Os agentes de trânsito participaram de uma capacitação para manuseio de etilômetros, além de receberem mais instruções sobre as alterações em pontos importantes do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), principalmente no que se refere a pessoas flagradas dirigindo sob efeito de álcool”, ressaltou.
A Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Trânsito destacou ainda que os acidentes acontecem por desobediência dos condutores. Mesmo com a sinalização existente e as orientações repassadas por meio de campanhas educativas, os condutores fazem uso de bebida alcoólica e insistem em transitarem com excesso de velocidade.
Com relação ao radar na Avenida Ville Roy, informou que será feita uma coletiva com a imprensa, até a próxima semana, que irá tratar de todas as novidades referentes ao trânsito de Boa Vista. (L.G.C)






Por Luan Guilherme Correia
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail