Idosa morre após ser atropelada em parada de ônibus na Estrela D’alva

Esta é a terceira morte por acidente de trânsito registrada em quatro dias
A vítima teve esmagamento de uma das pernas e, apesar de ser socorrida às pressas, não resistiu aos ferimentos (Foto: Divulgação)

Na manhã de ontem, dia 9, um motorista supostamente embriagado invadiu a calçada e derrubou parte de uma parada de ônibus localizada na avenida Estrela D’alva, principal via do bairro Raiar do Sol, zona oeste de Boa Vista. Uma idosa que aguardava o ônibus acabou sendo atropelada e morreu momentos depois no Hospital Geral de Roraima (HGR). Ela foi identificada como Carolina Apocina Gato, de 64 anos. A neta que estava junto dela sofreu escoriações pelo corpo e não corre risco de morrer.
De acordo com um socorrista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a mulher teve esmagamento de um dos membros inferiores e teve que ser levada rapidamente ao Pronto Socorro Francisco Elesbão, no HGR, onde recebeu atendimento médico, mas por volta das 12h sofreu três paradas cardíacas e morreu antes mesmo de ser levada para o Centro Cirúrgico, devido à gravidade dos ferimentos.
Testemunhas contaram que o condutor do veículo Chevrolet/Corsa Classic fugiu do local assim que aconteceu o acidente, sem prestar socorro à vítima que ficou no chão e teve que receber os primeiros atendimentos de quem passava pelo local. Ele foi identificado e a polícia segue em diligências para que seja detido e apresentado na Delegacia para prestar esclarecimentos sobre o fato. As testemunhas também confirmaram à reportagem da Folha que o motorista, que aparentava estar bêbado, estava em companhia de uma garota que chegou a ser detida e levada para a Central de Flagrantes.
Depois de bater na parada de ônibus, que ficou parcialmente destruída, o veículo ainda rodou cerca de 15 metros, arrastando uma placa de ferro que estava fixa na parada. Além do Samu, homens da Polícia Militar interditaram o local e somente após a remoção da vítima o trânsito foi liberado na via. O carro foi apreendido e o acidente deve ser investigado pela Delegacia de Acidentes de Trânsito (DAT).
A vítima trabalhava como costureira e pretendia pegar o ônibus para chegar a um consultório oftalmológico, onde tinha consulta marcada. O corpo foi removido do Hospital para o HGR no começo da noite de ontem e após passar pelo exame cadavérico foi liberado à família para funeral e sepultamento. (J.B)






Por João Barros
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail