Deputados de RR serão os primeiros a votar em denúncia contra Temer | Portal RR Music

Deputados de RR serão os primeiros a votar em denúncia contra Temer

A sessão está marcada para acontecer no dia 02 de agosto, a partir das 09 horas (horário de Brasília)
Bancada de Roraima reunida com o Presidente da República, Michel Temer, e a governadora Suely Campos no início deste ano (Foto: Divulgação)

A bancada federal de Roraima - composta pelos deputados Abel Mesquita (DEM), Carlos Andrade (PHS), Edio Lopes (PR), Hiran Gonçalves (PP), Jhonatan de Jesus (PRB), Maria Helena Veronese (PSB), Remídio Monai (PR) e Shéridan (PSDB) - será a primeira a votar na sessão extraordinária do Plenário da Câmara que avaliará se Michel Temer deve ou não ser processado por corrupção passiva no Supremo Tribunal Federal (STF).
A sessão está marcada para acontecer no dia 02 de agosto, a partir das 09 horas (horário de Brasília). Segundo o regimento interno da Câmara dos Deputados, com a presença de 51 parlamentares, a sessão poderá ser aberta.
Inicialmente, o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB), relator da denúncia contra Temer, fará uso da palavra por 25 minutos. O deputado tucano apresentará o parecer aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania (CCJ) antes do recesso, recomendando ao Plenário que rejeite a autorização para que o STF abra processo com base em denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Em seguida, o presidente Michel Temer ou seus advogados terão igual tempo para a defesa, ou seja, reforçar o pedido de rejeição da denúncia.
Os deputados serão chamados para fazer uso da palavra começando por um estado da Região Norte, seguido por um estado da Região Sul – e vice-versa. A ordem deverá ser a seguinte: Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amapá, Pará, Paraná, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Rondônia, Goiás, Distrito Federal, Acre, Tocantins, Mato Grosso, São Paulo, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Piauí, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Dentro de cada estado, a chamada de deputados será feita por ordem alfabética.
De Roraima, o deputado Abel Galinha (DEM) será o primeiro a fazer o uso da palavra. O parlamentar democrata disse que está preparando seu discurso, mas não tem posicionamento oficial sobre a denúncia contra Temer. “Eu ainda não li a denúncia que a PGR [Procuradoria Geral da República] fez envolvendo o presidente. Quando ler e se tiver certeza que o presidente Temer cometeu crime de responsabilidade, eu vou votar pela saída e, se não tiver a certeza, vou votar pela permanência dele no cargo”. Além dele, o deputado Remídio Monai também se disse indeciso, apesar de seu partido, o PR, ter fechado questão para barrar a denúncia contra o presidente.
A maioria da bancada do PHS, que tem sete deputados, votará no Plenário pelo recebimento da denúncia contra Michel Temer, mas o deputado Carlos Andrade ainda se diz indeciso.  
Do restante da bancada, segundo o placar atualizado diariamente pelo jornal O Globo, os deputados federais Hiran Gonçalves (PP), Jhonatan de Jesus (PRB) e Edio Lopes (PMDB) já se posicionaram contra o recebimento da denúncia e a favor de Temer.
O PSDB decidiu liberar a bancada de deputados para votar como desejar sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer, mas a deputada Shéridan já se posicionou a favor da denúncia.
O PSB optou por engrossar a bancada de oposição ao Palácio do Planalto e enquadrar as dissidências na bancada da Câmara. A deputada Maria Helena, porém, não respondeu sobre seu posicionamento.
Após a chamada de todos os parlamentares de Roraima e dos demais estados, serão chamados os ausentes. Se houver pelo menos 342 votantes, o resultado será proclamado. Caso esse número não seja atingido, outra sessão será convocada, para nova votação.







Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail