Vacina é estendida para toda a população; prazo encerra na sexta

Por não ter atingido a meta do público alvo, o Ministério da Saúde disponibilizou a vacina para toda a população enquanto durar o estoque
Em Boa Vista, quatro postos de saúde ficam abertos até a meia-noite

O Governo Federal liberou nesta segunda-feira, 5, a vacina contra a gripe para toda a população enquanto durar o estoque. A decisão partiu do Ministério da Saúde (MS), após constatar que a meta do público alvo da campanha não foi atingida. Em Roraima, 63% das pessoas consideradas como prioridade procurou uma unidade de saúde para se imunizar. Na capital, o índice foi de 50%.
Responsável pelo armazenamento e distribuição das vacinas, o Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização recebeu e dividiu entre os municípios do Estado um total de 196.100 vacinas, de acordo com a necessidade de cada local. A coordenadora do Núcleo, Amanda Antunes, explicou que até o momento está planejando fornecer 500 doses para cada localidade, com exceção de Boa Vista, que possui mais habitantes.
A coordenadora municipal de Imunização, Márcia Figueiredo, ressaltou que as 31 unidades de saúde disponíveis em Boa Vista estão abastecidas com a vacina até o momento, uma vez que apenas metade do público prioritário foi atingida. Ela relatou que a vacinação vai ocorrer nos horários normais de cada unidade que possuir a sala de vacina. Das 31 unidades, quatro funcionam até a meia-noite.
Disponibilizada pelo Ministério da Saúde, a vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial da Saúde para este ano: A/H1N1, A/H3N2 e influenza B. A vacina contra influenza é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe. Conforme pesquisas realizadas pelo Ministério da Saúde, a vacinação pode reduzir em até 45% o número de hospitalizações por pneumonias e até 75% a mortalidade por complicações da influenza.
Pelo fato do organismo levar, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a gripe após a vacinação, o Ministério da Saúde pontuou que é necessário realizar a imunização antes do início do inverno. Conforme informações do MS, o período de maior circulação da gripe vai do final de maio até agosto.
SINTOMAS - Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração. (A.G.G)

Roraima é o Estado com menor índice de vacinação do País
 
O ano de 2016 foi, em todo o Brasil, o ano que teve mais óbito e internação pelo vírus da influenza. A procura pela vacina foi intensa, lembrou a coordenadora do Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização, Amanda Antunes. Mesmo assim, Roraima só atingiu a meta estabelecida após a prorrogação da campanha contra a gripe.
Para Amanda, a explicação para o índice é o fato de não ter ocorrido surtos ou casos de internação e óbito. “Temos essa dificuldade de atingir metas dentro do período da campanha”, destacou. Apesar do índice que abrange todo o Estado, a coordenadora ressaltou que os municípios de Caroebe e Caracaraí já alcançaram a meta prioritária.
A coordenadora municipal de Imunização, Márcia Figueiredo, também atribuiu o índice à diminuição da circulação do vírus. Entretanto, ela pontuou que o público-alvo – trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, crianças, gestantes, professores e puérperas – é o mais suscetível a desenvolver complicações e internações e, portanto, a realidade deveria ser diferente. Além da zona urbana da capital, ela relatou que equipes de saúde do município se deslocam à zona rural de Boa Vista. (A.G.G)






Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail