Operação Curare VIII foca ações na apreensão de armas e drogas | Portal RR Music

Operação Curare VIII foca ações na apreensão de armas e drogas

Militares também realizam patrulhamento nos rios em busca de ilícitos (Foto: Divulgação/1ª Brigada de Infantaria de Selva)
 
Desde a semana passada, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) do Exército Brasileiro realiza a Operação Curare VIII em todo o estado de Roraima. O objetivo é intensificar a presença do Estado Brasileiro junto à faixa de fronteira, contribuir no combate aos delitos transfronteiriços e ambientais, realizar atendimento de saúde e odontológico dos habitantes locais e reforçar junto à população regional o sentimento de nacionalismo.
As tropas da 1ª Bda Inf Sl, com cerca de 1.200 militares, estão distribuídas nas rodovias e vicinais de Roraima realizando Postos de Bloqueio e Controle de Estradas (PBCE) em busca de ilícitos transfronteiriços e com foco em armas e drogas; na Terra Indígena Yanomami (TIY) combatendo o garimpo ilegal e presença de estrangeiros; na Terra Indígena Raposa Serra do Sol realizando patrulhamento na faixa de fronteira e nos rios do Estado em busca de ilícitos que possam transitar por via fluvial. Conforme a 1ª Brigada, a operação permanecerá enquanto houver demanda de ilícito no Estado. Pela dinâmica das ações, ainda não foram contabilizados e detalhados os ilícitos apreendidos.
De acordo com o Exército, operações desta natureza ocorrem todo o ano. Apesar de ser denominada como Curare, a operação abarca as características da Operação Ágata, tendo em vista a necessidade de maior permanência no terreno, para a busca de ilícitos transfronteiriços e ambientais.
ACISO – Até o momento, seis Ações Cívico Social (Aciso) já foram realizadas nas comunidades Marupá, Kureaupe, Kulapoipu, Maracanã 1, Maracanã 2 e Boqueirão. Entre as ações, foram contabilizados 1.735 atendimentos médicos, 1.734 atendimentos odontológicos, 667 prevenções de saúde, entre palestras e escovações, 2.953 medicamentos distribuídos, duas reparações de instalações, sendo uma escola na Comunidade Maturuca, a manutenção da ponte do Urucuri e a construção de poço artesiano na região de Amajari e 117 atividades culturais.
APOIO – A operação tem apoio do Ministério Público Federal (MPF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Agência Nacional de Aviação (Anac), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama), Fundação Nacional do Índio (Funai), Departamento de Polícia Federal (DPF), Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), Receita Federal do Brasil (RFB), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Ministério Público Estadual (MPE), Polícia Militar de Roraima (PMRR), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Social do Comércio (Sesc) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). (A.G.G)





Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail