Com cheia do Rio Branco, trinta famílias já foram retiradas do Beiral | Portal RR Music

Com cheia do Rio Branco, trinta famílias já foram retiradas do Beiral

Estrutura da Orla Taumanan quase é tomada pelo Rio Branco (Foto: Wenderson de Jesus)
 
A Defesa Civil Municipal expediu alerta por conta de risco de inundação em Boa Vista devido ao alto nível do Rio Branco que chegou a 7,32m no final da tarde de ontem conforme dados da Agência Nacional de Águas (ANA), disponível no site da Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caerr). O nível subiu 34 centímetros em menos de 24 horas. A marca é um centímetro menor do que a previsão hidrológica feita pela Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), de que o nível do rio chegaria a 7,33 até o final desta semana.
Até o momento, 30 famílias foram retiradas de áreas de risco no Caetano Filho, conhecido como Beiral, na área central da cidade. O diretor da Defesa Civil Municipal, Amarildo Gomes, disse que o plano de contingência está pronto e que já estão sendo realizado o mapeamento das prováveis áreas de risco e o cadastramento das famílias que moram nessas mediações.
RETIRADA DE FAMÍLIAS - O trabalho de retirada de famílias atingidas pela enchente aconteceu durante todo o dia de ontem, 28, devido ao avanço das águas na região habitada. Cerca de 20 técnicos da Defesa Civil e mais dez bombeiros civis atuaram na retirada das famílias. Muitas delas foram levadas até o abrigo no bairro Caimbé, e outras, para casas de familiares e amigos.
De acordo com o diretor da Defesa Civil Municipal, por enquanto, o trabalho está sendo concentrado apenas no Caetano Filho. “Atualmente, esse problema de alagações só foram constatados no ‘Beiral’, tendo em vista que está chovendo pouco na capital. Mas nós estamos em alerta, monitorando todos os pontos críticos, para atuar de forma satisfatória à população”, afirmou.
No total, a Defesa Civil mantém mais de 200 famílias cadastradas para receberem atendimentos em caso de enchentes. A metade delas está localizada no Caetano Filho. As demais se encontram em bairros como Calungá, Paraviana, Cauamé, Caranã e Nova Cidade.
A Defesa Civil também dispõe de barcos, serras-elétricas e maquinários para serem utilizados em situações de emergência, como corte de árvores nas áreas atingidas. Caso seja necessário apoio, as solicitações podem ser feitas através da Central de Atendimento 156.
OUTRAS CHEIAS - Os casos de maiores cheias ocorreram em 2006 e 2011. Na metade da década passada, o nível do Rio Branco chegou a 8,8m, causando estado de emergência em Boa Vista e em outros municípios de Roraima. Mais de 368 famílias foram retiradas de suas residências e encaminhadas para abrigos por mais de dois meses.
No ano de 2011, o rio atingiu mais de 10 metros acima do nível normal, quando 70% da cidade de Caracaraí, a centro-sul do Estado, ficou submersa.






Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail