Apenas metade dos eleitores fizeram recadastramento biométrico

Cartório Eleitoral funciona das 8 horas às 15 horas, sem intervalo para almoço (Foto: Divulgação/TRE-RR)
 
Milhares de eleitores de Caracaraí podem ter o título cancelado caso não compareçam ao Cartório da 2ª Zona Eleitoral para fazerem o recadastramento biométrico até o dia 14 de junho. Segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR), dos 13.981 eleitores do município, apenas 50,54%, o que corresponde a 7.067 cidadãos, passou pelo procedimento obrigatório. A meta estipulada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é atingir 80% do eleitorado.
Conforme explicou o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-RR, Wanderlan Fonseca, restam apenas 13 dias de atendimento e, para chegar a esse número mínimo de recadastramento exigido pelo TSE, pelo menos 4.119 eleitores precisam ir ao cartório eleitoral para fazer o procedimento que é obrigatório para todos, inclusive para aqueles que têm voto facultativo: analfabetos; eleitores entre 16 e 18 anos e cidadãos com mais de 70 anos que possuem título eleitoral. Os títulos destes também serão cancelados caso não compareçam.
“É importante que o eleitor não deixe para os últimos dias, pois a tendência é que haja fila e maior demora no atendimento quando estiver próximo do encerramento do prazo. Portanto, compareça no cartório eleitoral e faça sua revisão biométrica, é simples e rápido”, disse Fonseca ao lembrar que o expediente ocorre das 8h às 15h, sem intervalo para o almoço, inclusive sábado, domingo e feriado.
PENALIDADES - Além de ser obrigatório, ter o título eleitoral regularizado é uma garantia de direitos para o cidadão. Fonseca alertou que o eleitor sofre uma série de penalidades se não estiver quite com a Justiça Eleitoral. Se o título for cancelado, o cidadão não poderá receber benefícios sociais como o Bolsa Família; se for servidor público não poderá receber o salário; não poderá se matricular em universidade pública; e não poderá tomar posse em concurso público.
Com o título de eleitor cancelado, o eleitor também fica impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, não poderá regularizar o CPF, não poderá conseguir empréstimos e não poderá votar nas eleições do próximo ano.
DOCUMENTAÇÃO - Para realizar o recadastramento biométrico, basta apresentar um documento de identificação oficial com foto (identidade, carteira profissional, carteira de trabalho ou passaporte), um comprovante de residência atualizado e o título de eleitor (se tiver).





Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail