Detentos escapam das celas e tentam matar agentes de plantão na Pamc | Portal RR Music

Detentos escapam das celas e tentam matar agentes de plantão na Pamc

Presos fizeram um buraco na muralha, em uma área atrás do refeitório dos agentes penitenciários na tentativa de surpreendê-los na madrugada
Presos passaram por um buraco, mas foram contidos por policiais militares (Foto: Divulgação)

Na madrugada de ontem, 30, agentes penitenciários que estavam de plantão na Penitenciária Agrícola do Monte Cristo (Pamc), na zona rural de Boa Vista, foram atacados por presos que escaparam das celas. Segundo um agente penitenciário, a intenção dos presos era tomar o presídio e fazê-los reféns. “Essa é uma prova de que eles estão querendo tomar o poder na penitenciária. Estamos em um momento tenso e a sociedade precisa saber o que está acontecendo aqui dentro”, disse a fonte.
O profissional disse que os presos fizeram um buraco na muralha da unidade prisional numa área que fica por trás do refeitório dos agentes para tentar surpreendê-los. “Furaram a parede e tentaram atacar a guarnição que estava de plantão. Fizeram isso para matar os agentes”, frisou.
Foram utilizados restos de materiais de construção para fazer o buraco no muro de contenção e uma corda feita com pedaços de panos (popularmente chamada de “teresa”) para pular a muralha. “Se for necessário o uso de arma de fogo para abater esses presos que atentarem contra a nossa vida, iremos fazer. Mas queremos que a sociedade saiba o motivo de estarmos fazendo isso”, desabafou o agente.
A Folha apurou que os policiais não conseguiram identificar os presos envolvidos no atentado, uma vez que estava escuro e eles conseguiram pular de volta aos pavilhões prisionais. “Fizemos uma contenção com tiros de borracha para que eles não invadissem a carceragem”, destacou.
Sobre o fato, a Folha conversou com alguns agentes, que afirmaram que pretendem oficiar órgãos, como o Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), e demais instituições que possam agir em defesa da categoria. “Vamos utilizar todas as fotos e relatos para provar o atentado, mostrando o que estamos passando”, justificou.
SEJUC - Sobre o atentado, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) informou que, durante a madrugada desta terça-feira, agentes penitenciários frustraram uma tentativa de fuga dos presos do “Cadeião” (região do presídio onde ficam os presos preventivados) da Pamc.
"Por volta da 1h da manhã, os agentes perceberam uma movimentação na Ala e foram averiguar. Ao identificarem que alguns presos estavam soltos, eles solicitaram reforços e recolocaram os presos nas celas", informou o governo, em nota, ao destacar que não houve registro de fuga.
Conforme a nota, equipes do Grupo de Intervenção Tática (GIT), em parceria com a Polícia Militar, iniciaram ao meio-dia de ontem, 30, uma contagem geral na unidade. Além disso, foi instaurada uma sindicância interna para apurar os fatos e identificar os envolvidos.

Lista com nome de pessoas marcadas para morrer foi encontrada na Pamc

No fim de semana, uma lista com mais de 25 nomes, escrita supostamente por presos integrantes de facões criminosas, contendo o primeiro nome de várias pessoas que integram o sistema de Segurança Pública de Roraima, bem como de três magistrados, circulou nas redes sociais. Esta lista, segundo o denunciante do ataque ocorrido na madrugada de ontem, estaria “com certeza ligada à tentativa frustrada dos detentos em tomar o presídio”. Ele denunciou ainda que  presos estariam fazendo levantamento de endereços de agentes e policiais que atuam no sistema prisional.
Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), a lista foi encontrada durante um procedimento padrão de revista nas alas da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc) e foi encaminhada para a Divisão de Inteligência e Captura ((Dicap) para providências.
A Sejuc informou ainda que o serviço de inteligência do Estado vem monitorando constantemente todas as ações que envolvem os agentes de segurança e que todas as providências para evitar fatalidades estão sendo tomadas.
As investigações correm em sigilo para não comprometer o resultado. Contudo, a Dicap está finalizando um dossiê, mapeando todos os envolvidos, que logo será apresentado ao Ministério Público.






Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail