Comunidades indígenas vão à Câmara cobrar melhorias em escolas e estradas

Indígenas das comunidades Serra da Moça, Truaru, Morcego e Anzol cobram providências do poder público para resolver problemas
Lideranças fizeram um pequeno protesto, com faixas, em frente à Câmara de Vereadores (Foto: Rodrigo Otávio)

Indígenas das comunidades Serra da Moça, Truaru, Morcego e Anzol, localizadas a cerca de 50 quilômetros da Capital, na zona rural de Boa Vista, estiveram, na manhã desta terça-feira, 30, na Câmara Municipal de Boa Vista (CMBV), com a finalidade de apresentar as insatisfações relacionadas à situação das escolas, pontes e estradas da região. Conforme o tuxaua da Serra da Moça e coordenador regional do Murupu, Alexsandro Carlos das Chagas, os indígenas esperam por melhorias há três anos.
Chagas disse que as escolas funcionam em condições inadequadas. Segundo ele, faltam salas de aula e bebedouro nas instituições municipais, os forros precisam de reforma e o único transporte escolar não atende à demanda. Na Comunidade Serra da Moça, o tuxaua informou que os 26 alunos da rede municipal realizam rotas distintas. Por ter um único veículo de transporte escolar, alguns alunos precisam acordar e sair da escola mais cedo para não atrasar os demais.
Apesar de as quatro comunidades estarem localizadas a cerca de cinco quilômetros uma da outra, ele comentou que outro problema relacionado ao transporte, são as pontes e estradas que dão acesso às comunidades.
Chagas ressaltou a carência de reforma e drenagem adequadas. Na Serra da Moça, o tuxaua afirmou que há uma ponte em estado crítico, que corre o risco de cair a qualquer momento.
O tuxaua destacou que as comunidades estão prontas para discutir junto à Prefeitura Municipal de Boa Vista (PMBV) os projetos e melhorias necessários, uma vez que até o momento não tiveram uma resposta sobre o caso. “A gente vem ouvindo e esperando. Uma hora a gente cansa e busca outros meios. Precisamos de ação. Não podemos esperar por mais três anos”, afirmou.
PREFEITURA - A Prefeitura Municipal de Boa Vista (PMBV) informou que um projeto para reforma de cinco pontes nas comunidades indígenas, que incluem as de acesso a Serra do Truaru e Serra da Moça, estão sendo elaborados e que a previsão para iniciar o processo de licitação é em agosto. Somente após os trâmites licitatórios, os serviços poderão iniciar nos locais.
Em relação ao atendimento do transporte escolar, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) informou que o atendimento do transporte escolar, bem como a disponibilidade das unidades de ensino, tem cumprido os requisitos de atendimento conforme legislação vigente. Além disso, apontou que as rotas do transporte são planejadas para com vistas oferecer o devido acesso dos alunos às escolas municipais.
Com relação à manutenção e infraestrutura dos prédios das unidades, a secretaria frisou que está sendo feita uma avaliação em todas as escolas municipais, incluindo as unidades localizadas nas comunidades indígenas e rurais, que receberão os serviços de manutenção e reparos necessários. (A.G.G)






Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail