Todos os abrigos de ônibus do Conjunto Pérola foram depredados por vândalos | Portal RR Music

Todos os abrigos de ônibus do Conjunto Pérola foram depredados por vândalos

Moradores lamentam a situação e dizem que a falta de policiamento contribui para o vandalismo
Abrigos que não tiveram os vidros quebrados foram pichados, inclusive com a sigla de facções criminosas (Foto: Rodrigo Otávio)

Os novos abrigos de ônibus implantados pela Prefeitura de Boa Vista no Conjunto Pérola do Rio Branco, no bairro Doutor Airton Rocha, na zona Oeste da Capital, resistiram por pouco tempo à ação de vândalos. Todas as paradas, inclusive as climatizadas, foram depredadas e estão com os vidros quebrados, além da estrutura pichada pelos criminosos.
A instalação dos novos abrigos de ônibus faz parte do Projeto de Mobilidade Urbana do Município. O processo de implantação iniciou em junho de 2016 e, desde então, os danos ao erário por conta da destruição desses locais têm sido grandes. O vandalismo gera um prejuízo de cerca de R$ 2,5 mil para o reparo dos vidros de cada abrigo.
Após uma série de denúncias por parte dos moradores do Conjunto, que estão inconformados com a situação, a reportagem da Folha percorreu, na manhã de ontem, 21, todas as ruas do bairro que receberam os novos abrigos. Todos, sem exceção, foram vandalizados. Os que ainda não tiveram os vidros quebrados foram pichados, inclusive com a sigla de facções criminosas. Outros tiveram a estrutura de ferro retorcida e os forros arrancados.
O morador José Anastácio, que possui um pequeno comércio bem em frente a uma das paradas, disse que o vandalismo é feito geralmente pelo horário da noite. “De manhã cedo só vemos tudo quebrado. Eu acho que tem que pegar quem faz e punir de alguma forma para ver se as pessoas se mancam, tem que dar castigo. É difícil aceitar uma situação dessas, todo mundo critica que não era para fazer de vidro, mas se fosse de ferro iria quebrar do mesmo jeito”, afirmou.
Para o autônomo Márcio da Silva, os novos abrigos são um desperdício de dinheiro. “É só dinheiro jogado fora, porque todos esses vidros dessas paradas já foram quebrados. Não tinha precisão de fazer dessa forma. É uma situação triste, conheço gente que está roubando esses vidros para fazer mesa”, lamentou.
A principal reclamação dos moradores é quanto à falta de policiamento na região, que tem contribuído para a ação dos criminosos. “Acho isso uma falta de respeito com o patrimônio público. Os caras quebram e o policiamento, que fica longe, não tem como se deslocar rapidamente para cá. Acho que tinha que ter um posto de polícia aqui”, sugeriu o auxiliar de cozinha Vandernilson Oliveira.
PLACAS E CANTEIROS - Além dos novos abrigos de ônibus, as placas de sinalização e de ruas que também foram recém-instaladas, e até as árvores dos canteiros centrais plantadas há pouco tempo estão sendo destruídos no Conjunto Pérola. Os brinquedos das praças que ficam na localidade também têm sido alvo constante dos vândalos. (L.G.C)

Mais de 900 ocorrências de vandalismo foram registradas em 2016, diz Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Boa Vista reforçou que tanto a população quanto a gestão municipal perdem com este tipo de ação de vandalismo, que vem se tornando recorrente na Capital, e gerando prejuízo ao erário público, por novas despesas com manutenção. “A Guarda Civil Municipal faz rondas constantemente, com atendimento médio de 900 ocorrências no ano de 2016. Contudo, ainda há registro de fatos sem alcance das equipes da Guarda Municipal”, disse.
A prefeitura esclareceu que medidas cabíveis ao município estão sendo tomadas, mas reforçou que ações de criminosos são problemas relacionados à segurança pública e requerem também medidas de prevenção e repressão por parte do Estado. “Em todas as ocorrências as autoridades competentes foram acionadas para as providências legais”, informou.
DENÚNCIA - A população pode ajudar a conservar o patrimônio público denunciando qualquer ato de vandalismo. Pode acionar a Guarda Municipal, no telefone 153, a Polícia Militar por meio do 190 ou ainda na Central de Atendimento 156. Conforme o artigo 163 do Código Penal, vandalismo é crime e a pena pode variar de seis meses a três anos de detenção, além de multa. (L.G.C)






Por Luan Guilherme Correia
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail