Quartiero assume Governo e faz mudança na Secretaria do Índio | Portal RR Music

Quartiero assume Governo e faz mudança na Secretaria do Índio

Comemoração de secretário e adjunto por demarcação de Terra Indígena irritou governador em exercício
Paulo César Quartiero responderá pelo Governo do Estado até a volta de Suely Campos, na próxima semana (Foto: Wenderson de Jesus)

Uma postagem em uma rede social levou à demissão da cúpula da Secretaria Estadual do Índio como primeiro ato do governador em exercício Paulo César Quartiero (DEM). O secretário da Secretaria Estadual do Índio, Dilson Ingaricó, e o adjunto Hugo Cabral foram exonerados ontem, 17. Os dois teriam comemorado a decisão da Justiça Federal em demarcar a área indígena Anzol em Roraima (ver página4A).
A divulgação oficial sobre a demissão foi feita em entrevista coletiva no Palácio Senador Hélio Campos na tarde de ontem, em que o governador Paulo César Quartiero explicou que considerou a comemoração uma traição. “Eu fui surpreendido pelo nosso secretário do Índio festejando. Achei uma traição, uma leviandade, um deboche. Como índio é compreensível que ele festeje, mas como secretário de Estado tem que entender que a população de Roraima é formada por índio, branco, preto, pardos e o Estado representa a todos. É inaceitável e vamos remediar isso. É uma vergonha para esse Estado”, disse.
Quartiero reforçou a posição: “Ele não pode trabalhar contra a população, pois essa demarcação vai prejudicar o Estado, vai causar demissões, vai afastar quem quer investir em Roraima. Tomei a iniciativa de demití-lo.
Ele traiu o Governo apoiando uma demarcação que prejudica o Estado e isso não tem como tolerar. Gostaria de marcar posição, pois nosso Estado está sob ataque novamente desse esquema multinacional, que utiliza a questão indígena e ambiental para golpear Roraima. Estamos sendo atacados por todos os lados”.
No lugar de Dilson Ingaricó, o governador em exercício deve nomear o índio macuxi Silvestre Leocádio, 66 anos, que foi presidente da Sociedade de Defesa dos Índios Unidos de Roraima (Sodiur). A entidade representava a voz de pelo menos 12 mil indígenas em todo o Estado de Roraima. “Ele está em retiro espiritual e lutou muito pelo Estado. Vou prestigiá-lo”, explicou.
A reportagem da Folha procurou Dilson Ingaricó, que soube da exoneração no café da manhã e foi pego de surpresa pela notícia. “No momento, não tenho como me posicionar. Vou esperar publicação no Diário Oficial do Estado e ver o que pode ser feito”, afirmou.
LISTA DE PENDÊNCIAS - O governador em exercício disse que tem uma lista de questões que serão resolvidas durante a semana, mas não quis adiantar no que vai focar e nem se demitirá mais servidores do Governo.
Ele disse que assumiu o Governo após receber uma ligação da governadora e que vai ajudá-la a resolver pendências. “Sou pago para isso e estamos aqui de forma efêmera. Queremos colaborar, queremos que a administração da governadora seja a melhor do mundo, pois estamos procurando fazer o melhor possível e se o Estado está melhor é bom para todo mundo. Temos que ter uma alternativa produtiva para desenvolver Roraima. Não vou criar nenhum problema ao Governo. Vim para colaborar com a governadora, a convite dela para assumir essa semana e não tem como mudar o mundo nesse período. Serão apenas cinco dias. É lógico que esse é o meu governo e não o governo dela. Mas todos os meus atos serão para ajudar o Estado de Roraima”, assegurou.
Quando questionado se acredita que as suas decisões nessa semana serão mantidas por Suely quando ela retornar ao cargo, Quartiero afirmou que está tentando fazer seu melhor. “Eu não tenho certeza nenhuma e estou fazendo o que acho que tenho que fazer, é minha obrigação. Recebo R$ 20 mil para ser vice-governador e fazer o que eu acho que tenho que fazer. Minha concepção é diferente. Ela sabe da minha sinceridade, torço para que ela esteja certa na condução do Governo. Se ela for a melhor governadora do mundo, Roraima estará melhor e, se ela fracassar, nós fracassaremos juntos. Vamos nos unir para resgatar Roraima. Tenho 41 anos em Roraima e nosso estado tem que ter um lugarzinho ao sol”, declarou.
AVALIAÇÃO - Sobre a questão política, Quartiero afirmou que não quer criar dificuldade ou divergência. “Torço para que dê certo e que eu esteja errado em minhas opiniões, pois Roraima não aguenta mais governos fracassados e acho que ela tem melhorado e se esforçado para levar Roraima para lugares mais positivos. Vou ficar aqui esses dias sem criar fatos extraordinários para prejudicar a população, mas estarei aqui para tomar uma atitude em fatos pontuais. Não quero criar atritos desnecessários com a governadora e queremos mostrar resultados para a população”, concluiu.





Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail