Pacientes são atendidos de forma improvisada no corredor do hospital

Teto de sala de atendimento infiltrou após chuva do final de semana
Triagem de pacientes está sendo feita no corredor da Unidade de Saúde (Foto: Wenderson de Jesus)

Após a forte chuva que atingiu a Capital no último final de semana, o teto do Pronto Atendimento Cosme e Silva, na Rua Delman Veras, no bairro Pintolândia, zona oeste da Capital, infiltrou e a sala onde a população costumava ser atendida foi interditada. O problema tem prejudicado os pacientes, que reclamam da falta de estrutura e do forte calor na área improvisada.
A Folha foi até a Unidade de Saúde e constatou que, no corredor da triagem, não possui ar-condicionado e, além disso, bancos de madeira foram colocados no corredor para atender a demanda. Na unidade são realizados exames laboratoriais e de raio-x, além de nebulização, esterilização, sutura e curativo.
A paciente Solange Souza, de 34 anos, precisou sair do local para aguardar pelo atendimento. “Está muito quente lá dentro e muito apertado, não tem como suportar. Sou hipertensa e cheguei aqui com a pressão alta. Quase desmaiei de tanto calor”, comentou.
Um servidor público, que preferiu anonimato, disse que a sala de atendimento foi interditada após a chuva do final de semana. “Os funcionários disseram que parte do telhado foi danificada e a água da chuva alagou tudo. Além disso, me informaram que a sala ficaria interditada por 24 horas para a realização dos reparos, mas até hoje nada foi feito”, acrescentou.
Segundo ele, o problema tem afetado os pacientes da unidade de saúde. “É sempre negativo quando algo é feito de forma improvisada, principalmente quando as condições são precárias, como é o caso do Cosme e Silva. Além da superlotação, o local improvisado faz um calor que tem incomodado a todos, inclusive os servidores”, relatou.
OUTRO LADO – Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) informou que um conserto já foi feito na área afetada. “Como a paralisação dos serviços na unidade traria prejuízos à população, a recepção da unidade foi transferida para um local improvisado até que a equipe tenha certeza de que não ocorrerão novas infiltrações no local. Lamentamos os eventuais transtornos, mas este contratempo foi inevitável”, informou.
De acordo com o governo de Roraima, toda a recepção do Pronto Atendimento Cosme e Silva será reformada. “Houve um crescimento significativo na demanda nos últimos anos e nenhuma reforma de ampliação foi realizada. Já temos o recurso garantido para aplicar na reforma e no momento estamos elaborando o projeto”, diz a nota. (B.B)




Por Berto Batalha Machado Carvalho
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail