Integrantes da Famer saem do Cantá e ocupam área do Governo na BR-174 | Portal RR Music

Integrantes da Famer saem do Cantá e ocupam área do Governo na BR-174

O grupo de pessoas, integrantes da Famer, saiu do acampamento feito próximo ao Haras Cunhã Pucá, no Cantá, e rumou para novo local
Assim como na ocupação do Cantá, carros de alto custo transitavam pela nova ocupação (Foto: Wenderson de Jesus)

Integrantes da Federação das Associações de Moradores de Roraima (Famer) ocuparam uma área localizada às margens da BR-174, na Vicinal do Água Boa, próxima ao ponto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O espaço fica a cerca de cinco quilômetros da entrada do Matadouro e Frigorífico Industrial de Roraima (Mafir) e, segundo o Governo do Estado, pertence à Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima).
A equipe de reportagem da Folha esteve na ocupação na manhã de ontem, 21, e recebeu a informação de que as pessoas que estão no local são os mesmos que adentraram uma área particular próxima ao Haras Cunhã Pucá, no Município do Cantá, e que receberam ordem judicial do Tribunal de Justiça de Roraima para desocuparem o local.
No período da manhã, já era possível observar a montagem de acampamentos e a chegada de veículos contendo mantimentos, carvão e itens pessoais. Curiosamente, a área estava repleta de carros e motocicletas, a maioria deles, de alto valor de mercado, o que não corresponde ao perfil de pessoas de baixa renda e que necessitam de uma área para morar. Um trio de pessoas, que não quis se identificar revelou que após a decisão judicial foi definido que os ocupantes fossem para uma área pública.
Os demais presentes na área não quiseram falar com a equipe de reportagem e se limitaram a pedir que a imprensa entrasse em contato com o presidente da Famer, Faradilson Mesquita, ou com a assessoria jurídica da Associação. A Folha entrou em contato com o presidente da Famer por telefone, porém, até o fechamento da matéria, não obteve o retorno.
ÁREA PÚBLICA – Em nota, o Governo do Estado informou que a referida área é de propriedade da Codesaima e que a Assessoria Jurídica do órgão está fazendo a juntada documental para acionar a Justiça e garantir a posse da propriedade, que é uma área de segurança alimentar.
Além disso, o Governo do Estado também afirmou que todas as medidas já foram adotadas, inclusive registro de Boletim de Ocorrência, feito na noite de quinta-feira, dia 20. “Policiais militares e civis estão no local para garantir a segurança e ordem pública. A Polícia Militar também isolou o perímetro do Mafir e não há barracos ao longo da cerca”, explicou a nota.
Por se tratar de uma área às margens da rodovia, a PRF também esclareceu que aumentou a fiscalização do tráfego de veículos e que atuará em caso de crimes de trânsito, mas frisou que outras ações, como de retirada de ocupantes, não faz parte da sua jurisdição. (P.C)






Por Paola Carvalho
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail