Eletronorte assume construção do Linhão e obras poderão ser retomadas

Temer chamou bancada de Roraima com urgência para tratar do andamento da ligação de Roraima com o Sistema Energético Nacional
Linhão de Tucuruí passará pela Terra Indígena Waimiri-Atroari (Foto: Arquivo/Folha)

O Presidente da República, Michel Temer, assinou ontem, 26, o decreto que dá continuidade para a obra do Linhão de Tucuruí, que interligará Roraima ao Sistema Interligado Nacional (SIN) a partir de Manaus (AM). O decreto foi assinado em reunião com a bancada de Roraima. Participaram do evento os deputados Remídio Monai (PR), Hiran Gonçalves (PP), Maria Helena (PSB), Abel Mesquita (DEM), Carlos Andrade (PHS) e o senador Romero Jucá (PMDB), além do Ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho, e o Ministro-Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.
Com a publicação da medida no Diário Oficial da União, a Eletronorte assume a construção do Linhão de Tucuruí, com um aporte financeiro de R$ 26 milhões, dotação prevista no Orçamento de Investimentos do exercício de 2017, aprovado pela Lei 13.414 de 10 de janeiro deste ano.
A empresa Alupar, integrante majoritária do consórcio Transnorte Energia S.A (TNE), entregou sua parte na obra, que será administrada pela Eletronorte. Assim, o consórcio foi desfeito. Com o decreto, em vez de realizar um novo leilão, o que atrasaria a obra em mais dois anos, a execução será feita diretamente pelo Governo Federal.
Também ficou acertado que vai se agilizar, junto ao Ministério da Justiça, uma solução nos próximos dias quanto às condicionantes impostas pelos indígenas Waimiri-Atroari para a passagem da linha de energia pela Terra Indígena na divisa entre Roraima e Amazonas. A nova proposta a ser levada pela Funai aos indígenas inclui, além do traçado correndo paralelamente à BR-174, que liga Manaus a Boa Vista (que portanto já passa pela terra indígena há mais de 30 anos), vários projetos de desenvolvimento e subsistência que serão benéficos para as comunidades, segundo a Eletronorte.

Confira como a bancada roraimense se posicionou sobre o assunto:
Jhonatan de Jesus: “Uma conquista da bancada federal de Roraima, que unida conseguiu a liberação desses recursos, e uma vitória para os roraimenses. É muito importante unir forças de todos os segmentos- parlamentares e autoridades envolvidas - com um único propósito: o de resolver definitivamente o abastecimento, com qualidade, do serviço de energia elétrica em todo o estado de Roraima”

Édio Lopes: “Foi dado um grande passo para o desenvolvimento da nossa região, prova da dedicação e esforços da bancada de parlamentares de Roraima e da governadora Suely Campos”

Maria Helena: “Com isso, economiza-se dois anos que seriam necessários para uma nova eletrificação e uma nova empresa começar essas obras. Queremos parabenizar Roraima por termos energia com dois anos de adiantamento”

Remídio Monai: “Essa nova determinação do Presidente Temer é resultado das reivindicações e constantes apelos da bancada de Roraima pela solução definitiva à crise energética instalada no Estado. Nossa população merece ser beneficiada com uma energia confiável e de qualidade”

Abel Mesquita: “A partir de agora, só falta a licença da Funai, que deverá sair nesses próximos dias, conforme garantia dada pelo presidente Temer. Nós, da bancada federal, estamos felizes por esta vitória tão importante para nosso povo”

Hiran Gonçalves: “Roraima deu mais um passo para conquistar a autonomia energética. Hoje foi assinado o Decreto que destina recursos para a construção do Linhão de Tucuruí. A Bancada está unida para superarmos a instabilidade no fornecimento de energia ao nosso Estado”





Por Folha Web
COMPARTILHAR:

+1

Publicidade:

Roraima music no twitter

Total de visualizações

Cursos Online

Receba Nossas atualizações

•Recomende-nos No Google+
•Receba Nossas Notícias do Roraima Music Por e-mail